Monday, May 29, 2006

Discografia editada

Era Alentejo. Era noite. Havia Fado.
Quando terminou, com um Alexandrino antigo antecedido de um excelente Zé Negro e um magnifico Vianinha a opinião era unânime - havia, ali, um fadista. Opinião de audiência entendedora de Fado e apreciadora de talentos.
O que mais me entusiasmou no Duarte nessa noite de fadistice foi, não tanto o timbre admirável da sua voz, onde sobressaem graves excepcionais, não tanto (o que era já muito....) a acertada escolha de repertório, assumidamente tradicional com poemas notáveis, mas sim a maturidade interpretativa, rara num jovem. Seguramente temos Fadista, isto é, transmissor de sentimentos e emoções sublinhadas por acordes de guitarras e violas. Quando assim é, torna-se fácil (mais fácil...) produzir um bom disco. Escolhidos os acompanhantes de primeiríssima água (José Luis Nobre Costa, Pedro Castro nas guitarras portuguesas, Francisco Gonçalves na viola e Armando Figueiredo na viola baixo), escolhido o estúdio onde o Fado é sentido e respeitado, pelos técnicos Fernando Gomes e João Oliveira, pede-se ao fadista que cante. Apenas isso - que cante, liberte e transmita as emoções que poetas sentiram e escreveram.
O resultado está aqui, neste CD. Quem ama o Fado, quem o entende, gosta de certeza. E gosta muito.
Carlos Lacerda

2 Comments:

At June 08, 2006, Anonymous Anonymous said...

Prefiro pensar nele como um vadio com classe!!!

Andreia

 
At July 09, 2006, Anonymous clara said...

e como um anjo de voz cristalina e emocionada!

 

Post a Comment

<< Home



Évora Doce
By Duarte
BestAudioCodes.com